Paullina Simons Fala Sobre ‘O Cavaleiro de Bronze’ e ‘Henry Cavill’

Situação hipotética: você esta lá, toda happy lendo O Cavaleiro de Bronze, eis que surge Alexander (ou Shura para os íntimos!) e qual a primeira coisa que você faz depois de suspirar como uma adolescente em estado hormonal? Você começa a pensar em quem seria o ator perfeito para interpretá-lo no cinema. Pois bem, vocês não estão sozinhas! \o/
Porém, existe um certo nome que é bradado em uníssono por uma boa parcela dos fãs: Henry Cavill. Ae você pergunta: QUEM!?
Sim, muitos fãs querem o novo Superman para trazer toda a perfeição de Shura nas telas (e eu, Vivika, sinto-me 100% parte deste coro!!).
E foi nessa idéia que as integrantes do site Henry Cavill.Org fizeram uma entrevista com a nossa querida Paullina Simmons a qual vocês conferem traduzida abaixo.

Alguma vez você ouviu alguma história familiar que te levou a escrever a história da Tatiana e do Alexander?

Não, eles nasceram da minha fervorosa imaginação. Mas o pano de fundo em Leningrado — da guerra, a inanição, separação, sofrimento — vieram da minha família e de amigos que viveram o pior.

Quando você começou a série, você sabia o curso que ela iria tomar ou a evolução ocorreu naturalmente enquanto você escrevia cada um dos livros?

No início eu acreditava que estava escrevendo um único livro, chamado O Cavaleiro de Bronze. Não foi minha intenção escrever os livros seguintes até que meu marido leu e disso ‘você está louca? Você não pode fazer isso, você não pode simplesmente terminar a história com um pequeno epílogo’. Esse pequeno epílogo eventualmente se transformou em outro manuscrito de duas mil páginas.

tumblr_ms3qivJYEW1sgzjtjo1_500
… pausa dramática para analisar a beleza da pessoa em questão. Obrigada. De nada.

Alexander, o destemido, corajoso, belo soldado e Tatiana, a pequena e jovem otimista nos levam pelas mais diferentes emoções. Houveram momentos nos quais eu chorei, nos quais eu gritava ‘SIM!’ a plenos pulmões e vezes nas quais meu coração se compadecia psicológicamente pelo sofrimento deles. Você também viajou nessa montanha russa de emoções enquanto escrevia a história destes dois amantes? Você se apaixonou por Tatiana e Alexander da mesma forma que nós?

É claro. Eu sangrava pelo amor e pela angustia deles em todas as páginas. Se o autor não derrama lágrimas, os leitores também não derramarão, é o que dizem. O cliché é bem verdadeiro. Hoje eu os conheço muito melhor e mais intimamente do que as pessoas que eu conheço na minha (assim chamada) vida real. Eles ainda vivem, voam, dentro do meu coração.

Como comentado com você, eu li este livro pois muitas fãs do Henry Cavill exclamam que ele se tornou o Alexander da vida delas enquanto liam o livro. O que você acha do Henry como Alexander? 

Eu acho que fisicamente Henry Cavill faria um admirável e dramático Alexander. Será que um homem pode ser Superman e Alexander? Essa é uma pergunta que só um homem pode responder.

Nós ficamos extasiados com a informação de que O Cavaleiro de Bronze será adaptado para os cinemas. Você escreveu o roteiro e esta se preparando para a produção. O que você pode nos dizer a respeito do progresso? 

É lento. Toda cena requer uma nova revisão, e a cada vez que novos olhos caem sobre o roteiro eles vêem coisas que gostam e coisas que deveriam ser absolutamente alteradas. Nós estamos navegando nas águas ‘da última da última’ revisão. Ainda temos a expectativa de um lançamento em 2015. Veremos.

As redes sociais realmente mudaram a forma com a qual os autores podem promover os seus livros. Como isso mudou a promoção do seu próprio livro? É válido conseguir um feedback tão imediato dos seus leitores? 

Como todas as coisas, existem milagres nesta nova forma com a qual os fãs são alcançados mas também existem suas armadilhas. É maravilhoso poder exibir uma capa nova para eles, ou um título, ou as últimas notícias sobre mim ou sobre meus livros. Mas com o aumento da acessibilidade, também acontece uma pequena diminuição da aura mística, é a quebra daquela quarta parede¹ por assim dizer.

Com o aumento na interação com os seus leitores, qual é a sua resposta favorita dos fãs sobre os seus livros?

“Esse é o meu livro favorito de todos os tempos.”
“Eu nunca chorei tanto com um livro quanto chorei com o seu.”
“Eu não era um leitor até que eu li um dos seus livros e agora não consigo parar.”
“Você me arruinou para todos os outros livros.”
“Quando será feito um filme e você não acha que o Henry Cavill é o Alexander perfeito?”

Nota de Tradução: ¹quarta parede mencionada pela Paullina é uma expressão do universo do teatro, que consiste na idéia que enquanto esta no palco o ator esta vivendo entre três paredes e a quarta parede seria aquela que dividiria o ator da platéia, como se fosse a tênue linha que separa o personagem do seu conhecimento como uma entidade ficcional. (info via Urban Dictionary).

E não é só isso! \o/ A equipe do Henry Cavill.Org ainda conseguiram dois kits com TODOS os livros da série em inglês, incluindo The Bronze Horseman, Tatiana & Alexander, The Summer Garden além dos dois prequels Children of Liberty Bellagrand!😀 Sem contarmos que ainda terá um sorteio daquele que talvez é o mais desconhecido livro do universo Shuranístico (e também o mais dificil de se encontrar, PQP!) Tatiana’s Table – o livro de receitas da Tatiana com excertos da história do nosso casal lindo e divo preferido EVER! Pra participar corram NOW para esse link e participem do sorteio (e se alguém ganhar e quiser doar Tatiana’s Table pra essa pobre paulistana aqui, super aceito!)!

And thanks to the lovely girls at Henry Cavill.Org for this great interview!❤

~Vivika

3 pensamentos sobre “Paullina Simons Fala Sobre ‘O Cavaleiro de Bronze’ e ‘Henry Cavill’

  1. Só tenho uma coisa a dizer: “Essa é uma pergunta que só um homem pode responder.”

    Aaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

    Say YES to The Bronze Horseman, Henry!❤

  2. Mentira, tenho mais coisas pra dizer:
    1. Vivika, tu me mata de rir com essas tuas tiradas! kkkkkkkkkkkkkk “… pausa dramática para analisar a beleza da pessoa em questão. Obrigada. De nada.”
    2. Gente, a Paullina é muito fofa, até dando entrevista a mulher consegue se expressar de forma poética! Isso é um dom que só os russos têm. Fato.
    3. Se demorar muito pra esse filme sair, quem sabe o Henry possa interpretar Shura aos 70 anos em The Summer Garden.

  3. Ahhhhhhhh Vivika!!!!!!!!!!! Muitas pausas dramáticas pra tds nós \o/ ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ

    “Se o autor não derrama lágrimas, os leitores também não derramarão [..] Eles ainda vivem, voam, dentro do meu coração.” Fala sério Paullina, que coisa mais linda cara!!! Perfeito!!!
    A frase “Você me arruinou para todos os outros livros.” é o suprassumo da verdade…😀
    Quanto ao Henry, socorro né gente??? Henry de Shura é pra matar de amor!!
    A alegria de ver TBH em filme será muito grande. Ver reproduzida as cenas do livro que tanto nos emocionaram !! Chorar e se apaixonar mais ainda❤ Não vejo a hora!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s