Trilha Sonora: Tremo e t’amo

Essa belíssima música – neste vídeo interpretada por Andrea Bocelli – é mencionada em algum ponto do livro The Summer Garden (O Jardim de Verão – tradução livre), o terceiro da série O Cavaleiro de Bronze.

O contexto em que a música é mencionado é muito “spoiler”, digamos assim, então vou explicá-lo depois do jump. Quem não quiser ter  GRANDES SPOILERS de The Summer Garden, melhor só ouvir e apreciar a música. E quando finalmente ler o último livro da série, vai lembrar das palavras e da beleza de sua melodia.😉

Tremo e t’amo

T’amo e tremo
Disse la donna
Al suo soldato
Che non tornava
La sua voce
Nel vento correva
Sopra la neve
Dove lui combatteva

Tremo e t’amo
Disse e piangeva
Nel buio della sala
Qualcuno rideva
Per far torto alla paura
A questo amore che gia finiva

Il ricordo tradisce la mente
Il soldato non sente piu niente

D’improvviso
Fu preso alle spalle
Dal suo nemico
Che strano parlava
Delle rose, del vino e di cose
Che un’altra vita gli prometteva
Ma quante spose
La guerra toglieva
Dalle bracia della prima sera

Tremo e ho freddo
Disse il soldato
Al suo nemico che lo guardava
La sua voce nel vento restava
Sulla platea che muta ascoltava

*Lembrando mais uma vez, a continuação desse post tem SPOILERS. Último aviso! Continue lendo por sua conta e risco.🙂 *

Bem,

se você chegou até aqui, sabe que Anthony, filho mais velho de Tatiana e Alexander, já adulto, por volta dos anos 60, decide se alistar no exército americano e segue para o Vietnã contra a vontade de todos. Para isso, ele teve que deixar para trás a mulher que mais amou e que ele conhecia desde o dia em que nasceu: Vikki, melhor amiga de sua mãe. Sim, é chocante, e a revelação desse segredo causou grande comoção na história, abalou a relação de amizade de longa data entre Tatiana e Vikki e foi fonte de muita controvérsia entre os fãs da série. Como assim? Vikki cuidou do Anthony criança (3 anos de idade) durante os oito meses em que Tatiana se aventurou pela Europa em busca do Alexander, Vikki foi quase uma mãe para o Anthony!!!

Pois é. Superado esse trauma (ahem, mais ou menos!), descobrimos através de uma carta melancólica de cortar o coração que Anthony envia para Vikki, que ele decidiu deixá-la para trás por que apaixonou-se por uma moça vietnamita e que havia casado-se com ela. Ao final da carta, Anthony faz uma declaração de amor e despede-se com a expressão em italiano “T’amo e tremo”. (Para quem não lembra, a Vikki tem origem italiana).

Como fãs devotas e curiosas que somos (obcecadas), fomos investigar sobre essa expressão e descobrimos essa música do Andrea Bocelli, que fala justamente da mulher que chora por que seu soldado foi à guerra e não voltará. Com isso, deduzimos que a expressão usada por Anthony se referia SIM à música. No entanto, ficou uma lacuna em nossa pesquisa: até onde encontramos, a música é de autoria do Andrea Bocelli, e todos sabemos que Andrea só começou a produzir suas próprias músicas nos anos 90, portanto como no período em que a história se passa (anos 60) Anthony conheceria a música?

Fica aí o mistério, se alguém conhecer a verdadeira autoria da música, por favor, nos esclareça! Obrigada.

Eis aqui a tradução da letra de Tremo e t’amo.

Eu tremo e te amo

Disse a mulher ao seu soldado

que não voltará

Sua voz lamentosa

foi carregada pelo vento

Por sobre a neve fria

até onde seu soldado lutava

Eu tremo e te amo

Ela sussurrou enquanto chorava

E na escuridão do quarto

alguém sorria

Na conquista do medo

de que este amor estava prestes a acabar

Mas doces memórias podem lhe trair

O soldado não sente mais nada

De repente

pela retaguarda

O inimigo se aproxima

Que estranhamente falava

de rosas, de vinho, das outras alegrias da vida

que lhe foram prometidos em outra vida

Ó, quantas noivas

a guerra irá tomar

dos braços quentes daquela primeira noite

Eu tremo e tenho frio

disse o soldado

para seu inimigo, que lhe observava

sua voz suspensa no vento

sobre a platéia, que muda escutava

Fonte da letra da música em italiano e inglês.

Um pensamento sobre “Trilha Sonora: Tremo e t’amo

  1. Meoooo Alê só de lembrar do contexto dessa carta, me dá vontade de largar meu livro atual e voltar pra TBH!! Lindoooo!!! Olhos negros!!! Paullina acaba com o emocional da gente cara!!!!❤

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s