#TBHBRnaRússia | # 3 Nevsky Prospekt & Rio Neva

Alexander carregava Tatiana em suas costas, e com seu braço a protegendo, eles seguiam pelas ruas da cidade de volta a Fifth Soviet. Já passava das duas da manhã. Amanhã o dia deles começaria as seis, e aqui eles continuavam, agarrando-se um ao outro nas restantes horas da noite. Ele a carregou em seus braços pela Nevsky Prospekt. Ela carregava o rifle dele. Ele a carregava em suas costas. Eles estavam totalmente sozinhos, enquanto seguiam pela escura Leningrado.”

A Nevsky Prospekt é de longe um dos grande points da cidade. Extremamente longa e com lojas para todos os gostos, a Nevsky é uma verdadeira loucura. Durante o verão muitas lojas chegam a ficar abertas até meados das 22hs, e graças as Noites Brancas muitas vezes as pessoas (especialmente os turistas, tipo eu!) perdem a noção do horário e quando vão dar por si já passou-se das 23hs e tudo já fechou!

20140625_214949Essa é a Nevsky Prospekt, as NOVE HORAS DA NOITE!❤ Me apaixonei pelas Noites Brancas!

 

Como tinha comentado no post anterior, a Nevsky é ladeada por flores em sua extensão, então visualmente é uma das coisas mais belas que você poderá ver em uma avenida! Planejada pelo Czar Pedro, o Grande, a Nevsky Prospekt também foi alvo das alterações de nome que tanto cercaram os russos: Ulitsa Proletkulta e Avenida 25 de Outubro (dia da Revolução) foram nomes que um dia batizaram a mais bela Avenida de São Petersburgo.

 

Andar pela Nevsky é como imaginar dar de cara com a Tatia e o Shura em qualquer ponto – mesmo que no livro Paullina mencione que Tatiana preferia fazer as compras da família nas lojas próximas ao Tauride Park, uma região mais calma da época, acho difícil que até a nossa Tatia um dia tenha fica imune ao charme da Nesvky. Mas agora imaginem a situação: essa é a Avenida mais conhecida, com o maior número de lojas, toda a vida comercial de São Petersburgo é centrada (porém não única) neste mesmo local. Sendo assim, como ficaram as coisas durante o cerco a Leningrado?

 

“ ‘Posso ir na Nevsky Prospekt?’ Tatiana perguntou para Alexander, sem levantar seu olhar. ‘De forma alguma. É lá que eles estão concentrando o bombardeio. (…) Hitler reservou o Astoria para a celebração da vitória, depois que ele cruzar a Nevsky com a bandeira dele em punho. Fique longe da Nevsky. E nunca ande no lado norte, no final leste-oeste da Avenida’ “   

 

A preocupação do nosso amado Shura não é pra menos! Por ser o local de compras e abastecimento da cidade, a Nevsky era um dos grandes focos dos bombardeios de Hitler – porém, eles evitavam ao máximo bombardearem o Hotel Astoria, onde Hitler acreditava que iria comemorar o caput de Leningrado (sobre o Astoria e a Catedral de St. Isaac’s, teremos um post em breve!). Inclusive, existe uma placa em um dos edifícios da Nevsky que informa justamente esse pedido do Shura, de não andarem de um certo lado da rua devido ao grande risco de bombardeios. A placa está no prédio até hoje e vocês podem ter uma noção dela clicando aqui!

 

Creio que nem precisamos falar muito sobre as ocorrências no cerco, haja visto que ‘O Cavaleiro de Bronze’ é uma verdadeira aula de história, mas dizem que uma foto vale mais que mil palavras, então, aqui embaixo temos a Nevsky em três momentos: durante o certo em 1942 (fonte da foto) e duas que tirei durante a viagem, a primeira durante a tarde e a segunda durante as noites brancas.

 

pic1A Nevsky Prospekt em dois momentos distintos – a rua e a cidade estão cercadas de pequenos monumentos ou lembranças aos terrível cerco na Segunda Guerra Mundial, a qual os russos chamam de ‘A Grande Guerra Patriótica’.

Mas se estamos falando na bela Nevsky, acho que chegou a hora de lembrarmos do…

“ ‘Eu amo olhar para esse rio,’ disse Alexander. ‘Especialmente durante as noites brancas, Não temos nada disso na América, sabe.’
‘Talvez no Alaska?’
‘Talvez,’ disse ele. ‘Mas isso – esse rio reluzente, a cidade ao redor de suas margens, o sol se pondo atrás da Universidade de Leningrado na esquerda, e nascendo na nossa frente, na Fortaleza de Pedro e Paulo…’ sacudindo a cabeça, ele parou de falar. Eles ficaram silenciosamente sentados.

20140626_123310

 

Ah, o Neva!❤

 

De acordo com o abençoado Google existem várias versões para o nome do Neva, uma das mais contundentes é justamente o nome em Finlandês de um certo local que – para nós! – é muito, mas muito importante: o Lago Ladoga! \o/ Em Finlandês antigo, o Ladoga era chamado de Nevo (que significa oceano) e como ele desemboca no Neva, o nome acabou ‘funcionando’.

 

“Tatiana sentia falta das noites com Alexander em Kirov, muito mais do que ela gostaria de admitir. Nessas horas noturnas, eles se sentavam juntos ou separados, e caminhavam pelas ruas vazias: quando falavam ou quando ficavam em silêncio, e o silêncio fluía em suas palavras como o Lago Ladoga fluía no Neva, que fluía no Golfo da Finlândia, que fluía no Mar Báltico.”

 

Já aconteceram sérios casos de inundações devido ao transbordamento do Neva, mas nem isso faz com que a cidade se orgulhe menos dos belos canais que ele traz para o centro histórico. É justamente sobre o Neva que existem as famosas pontes que se abrem em certos momentos do dia para a passagem dos navios, uma experiência formidável de se ver!

pic2Três momentos distintos do Neva, pra se apaixonar de vez!❤

 

Durante o cerco, os Nazistas cortaram todo tipo de transporte vindo pelo Rio Neva e, inclusive, durante todo o livro podemos ler o próprio Shura narrando esse as tentativas de evacuação dos civis da cidade pelo Rio e a necessidade de mantê-lo 100% em mãos russas (ou soviéticas, como preferirem!).

 

Espero que tenham gostado do nosso ‘capítulo do dia’! Na quinta, 31 de Julho, falaremos sobre o Field of Mars! E só para lembrar, todas as citações postadas aqui são de tradução da Equipe The Bronze Horseman BR e não da versão nacional lançada pela Editora Novo Século.

Ah, antes que eu me esqueça, como eu comecei a reler (pela 54210215840358º vez!) Tatiana & Alexander durante a viagem, senti a necessidade de tirar essa foto durante as noites brancas no Rio Neva e é com ela que me despeço de vocês hoje!🙂

20140626_000049

 

Até quinta!❤

 

~Viviane Cordeiro (Vivika)

5 pensamentos sobre “#TBHBRnaRússia | # 3 Nevsky Prospekt & Rio Neva

  1. Ahhhh Vivika que post perfeito, Nevsky têm apelo TBH tão grande, além de claro, histórico e na própria literatura russa, o Kindle viajante no Neva foi sublime.❤

  2. Pingback: #TBHBRnaRússia | # 6 Catedral de St. Isaac’s | The Bronze Horseman Brasil

  3. Pingback: #TBHBRnaRússia | # 7 Noites Brancas | The Bronze Horseman Brasil

  4. Pingback: #TBHBRnaRússia | # 8 Cavaleiro de Bronze | The Bronze Horseman Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s