Citação do Dia – Remember Orbeli

rem-koolhaas-designs-new-hermitage-museum-building-designboom01

Após tomar sorvete, Alexander e Tatiana caminhavam pelo aterro do Neva, na direção oeste para o pôr do sol, em frente ao esplendor verde e branco do Palácio de Inverno, quando do outro lado da rua Tatiana avistou um homem que a fez parar subitamente.

Um homem alto, magro, de meia idade com uma longa barba cinza estava do lado de fora do museu Hermitage com uma expressão de absoluto pesar.

Tatiana reagiu instantaneamente  àquele rosto. O que poderia fazer um homem parecer daquele jeito? Ele estava parado próximo à traseira de um caminhão militar observando jovens carregando caixas de madeira descendo as rampas do Palácio de Inverno. Era para essas caixas que o homem olhava com tão profundo desgosto, como se elas fossem seu primeiro amor desaparecido.

“Quem é aquele homem?” ela perguntou, tremendamente afetada por sua expressão.

“O curador do Hermitage.”

“Por que ele está olhando desse jeito para as caixas?”

Alexander disse, “Elas são a única paixão de sua vida. Ele não sabe se jamais irá vê-las novamente.”

Tatiana olhou para o homem. Ela quase queria ir lá confortá-lo. “Ele tem que ter mais fé, você não acha?”

“Eu concordo, Tania.” Alexander sorriu. “Ele tem que ter um pouco mais de fé. Depois que a guerra acabar, ele verá suas caixas novamente.”

“Do jeito que ele olha para elas, depois que a guerra acabar ele irá trazê-las de volta sozinho,”

 declarou Tatiana.

– O Cavaleiro de Bronze

~ Alê

Anúncios

Citação do Dia – The Summer Garden

4193450101_3d30610ff4_o

Na cama Alexander deixou que ela beijasse suas mãos. Ele estava deitado de costas, e Tatiana aproximou-se dele nua, ajoelhada ao seu lado. Segurando suas mãos, beijou-as lentamente, dígito por dígito, junta por junta, pressionando-as contra seus seios trêmulos, mas quando ela abriu a boca para falar, Alexander tirou as mãos.
“Eu sei o que você está prestes a fazer”, disse ele. “Eu estive aqui umas mil vezes. Vá em frente. Toque-me. Acaricie-me. Sussurre para mim. Diga-me primeiro que você não vê mais as minhas cicatrizes, em seguida, faça tudo ficar bem. Você sempre faz, você sempre consegue me convencer que todo plano maluco que você tem é realmente o melhor para você e para mim”, disse ele. “Voltar ao cerco a Leningrado, escapar para a Suécia, a Finlândia, fugir para Berlim, no turno da noite. Eu sei o que está por vir. Vá em frente, eu vou ser bom para você também. Você vai tentar me fazer ficar bem, ficando em Leningrado quando eu lhe digo que, para salvar seu crânio cabeça-dura que você deve retornar para Lazarevo? Você quer me convencer de que escapar através do território inimigo através do pântano coberto de gelo da Finlândia durante a gravidez é a única maneira para nós? Por favor. Você quer me dizer que trabalhar todos sexta à noite e não dormir na minha cama é a melhor coisa para a nossa família? Tente. Sei que, eventualmente, você vai ter sucesso.”

Ele estava olhando para sua cabeça loira e baixou. “Mesmo se você não fizer isso,” ele continuou, “Eu sei que, eventualmente, você vai fazer o que você quer de qualquer maneira. Eu não quero que você faça isso. Você sabe que você deve renunciar, não trabalhar no turno de cemitério que, a propósito, eu acho irônico por mais razões que eu me importo de mencionar. Eu estou dizendo a você, aqui e agora, o caminho que você está nos conduzindo vai levar ao caos e a discórdia, desordem e desentendimento. Embora a escolha seja sua. Isso define você, como uma enfermeira, como mulher, como uma esposa dedicada de faz de contas. Mas você não pode me enganar quando você e eu sabemos do que você é feita por baixo de suas luvas de veludo: … ferro fundido.”

Quando Tatiana disse nada, Alexander colocou-a sobre seu peito. “Você me deu muita liberdade com Balkman”, disse ele, beijando-a na testa. “Você manteve sua boca fechada por muito tempo, mas eu aprendi a partir do seu erro. Eu não vou ficar calado. Eu estou dizendo a você desde o início: Você está escolhendo imprudentemente. Você não está vendo o futuro. Mas você faz o que você quiser.”

Ajoelhado ao lado dele, ela segurou-o abaixo da virilha em uma mão, massageando-o suavemente, e acariciou-o para trás e para a frente com a outra.
“Sim”, ele disse, colocando os braços sob a cabeça e fechando os olhos. “Você sabe que eu amo isso, seu golpe de cura. Eu estou em suas mãos.”
Ela o beijou e sussurrou-lhe, e disse-lhe que ela não via mais suas cicatrizes, e fez, senão tudo ficar bem, pelo menos, esquecido durante as próximas horas de escuridão.

– The Summer Garden 

~ Alê

Citação do Dia – Tatiana & Alexander

tumblr_m29kmhnSPx1roht0ro1_500_large1

“Vou deixar você louca,” sua memória gritava, próximo ao peitoril da janela enquanto Tatiana cheirava a salmoura da eternidade. “Por fora, você irá caminhar e sorrir como se você fosse de fato uma mulher normal, mas por dentro você irá se contorcer e queimar na fogueira, eu nunca lhe libertarei, você nunca será livre.”

Citação do Dia

the_edge_of_love20

“Então você é a garota?” Mazarov sorriu.

“A garota por quem ele renunciou a todas as outras?”

“Ela não,” Dasha disse asperamente, juntando-se a Tatiana.

“Eu. Sou a Dasha. Você não lembra? Nos encontramos em Sadko no início de Junho.” “Dasha,” murmurou Mazarov. Tatiana empalideceu, inclinando-se com mais força contra a parede. Marina a encarou. Mazarov virou-se para Tatiana. “E qual o seu nome?” “Tatiana,” ela disse. Os olhos de Mazarov iluminaram-se e em seguida apagaram-se. Dasha perguntou, “Vocês se conhecem?” “Não. Não nos conhecemos,” ele disse. “Oh,”disse Dasha. “Por um momento pareceu que você reconheceu minha irmã.” “Marazov repousou os olhos sobre Tatiana. “Nem um pouco,” ele disse lentamente, mas seus olhos cintilaram confusos.

Citação do Dia

article-2713700-202FF92700000578-780_634x502

“Tania, eu fui enfeitiçado por você desde o primeiro momento em que lhe vi. Lá estava eu, vivendo minha vida depravada, e a guerra tinha acabado de começar. Minha base estava uma completa desordem, pessoas correndo por aí, encerrando contas nos bancos, retirando dinheiro, pegando comida dos mercados, comprando a Gostiny Dvor inteira, se alistando no exército, enviando seus filhos para acampamentos -” Ele interrompeu, “E em meio a meu caos, lá estava você!” Alexander sussurrou apaixonadamente. “Você estava sentada sozinha nesse banco, impossivelmente jovem, uma loira de tirar o fôlego e adorável, e você estava tomando sorvete tão despreocupada, com tanto prazer, tamanha delícia mística que eu mal pude acreditar no que via. Como se não existisse nada no mundo naquele domingo de verão.”

– O Cavaleiro de Bronze

~ Alê

 

Citação do Dia

tumblr_n4jgf0GLEE1tnk7y9o1_500

“– Encontrei meu verdadeiro amor nas margens do rio Kama – sussurrou Alexander, olhando para ela. – Encontrei meu verdadeiro amor em Ulitsa Saltykov-Schedrin, quando estava sentada num banco e tomando sorvete. – Você não me encontrou. Você nem estava olhando para mim. Eu encontrei você. Longa pausa. – Alexander, você estava me procurando? – Minha vida inteira.”

“[…] Era um dia perfeito. Por cinco minutos não havia guerra e era simplesmente um domingo glorioso num junho de Leningrado. Quando Tatiana tirou os olhos do sorvete, viu um soldado, que a observava do outro lado da rua.[…] O ônibus chegou, obstruindo a visão de Tatiana. Ela quase gritou e levantou-se, não para subir no ônibus, não, mas para correr adiante através da rua, para não perdê-lo de vista. A porta do ônibus abriu, e o motorista olhou, esperando. Tatiana, suave e silenciosa, quase gritou com ele para que saísse da frente.

– Vai subir, senhorita? Não posso esperar para sempre.

– Subir? Não, não, não vou.

– Então que diabo está fazendo esperando pelo ônibus? – o motorista gritou e bateu a porta. Tatiana voltou ao banco e viu o soldado correndo ao redor do ônibus. ❤ Ele parou. Ela parou. De novo se abriram as portas do ônibus.

– Precisa do ônibus? – perguntou o motorista.

O soldado olhou para Tatiana e depois para o motorista.

– Oh! Pelo amor de Lênin e Stálin! O motorista berrou, batendo a porta do veículo pela segunda vez.”

O Cavaleiro de Bronze


” […] No entanto, nessa brilhante tarde de domingo, Alexander não sabia de nada, não pensava em nada, não imaginava nada. Esqueceu-se de Dimitri, da guerra, da União Soviética e seus planos de fuga, esqueceu até os Estados Unidos, e atravessou a rua para encontrar-se com Tatiana Metanova.”

 Tatiana e Alexander


” […] Anthony permaneceu pensativo. ‘Uma vez ouvi você dizer à mamãe que você nasceu duas vezes, uma em 1919 e outra vez com ela. Foi nessa rua de Leningrado?’
– Eu disse isso? -Alexander não se lembrava. Quando eu disse isso?
‘Em Bethel Island. Eu estava deitado dormindo ao lado dela e você sussurrou isso em seu ouvido’ “

O Jardim de Verão

~ Fabi

Citação do Dia

tatia shura

“Tatiana,” Alexander disse, sua voz cheia de emoção, “Eu te amo.”

Ela fechou os olhos. “Obrigada,” ela sussurrou.

“Não me venha com isso,” ele disse, levantando o rosto dela para si. “Eu nunca ouvi você dizer para mim.”

Não podia ser verdade, pensou Tatiana. Senti isso cada minuto de cada dia desde que nos conhecemos. Transbordando. “Eu te amo, Alexander.”

“Obrigado,” ele sussurrou, olhando para ela. “Diga novamente.”

“Eu te amo.” Ela o abraçou. “Eu te amo até perder o fôlego, meu homem maravilhoso.” Com ternura ela sorriu para ele. “Mas você sabe, eu também nunca ouvi você dizer para mim.”

“Sim você ouviu, Tatiana,” disse Alexander. “Você me ouviu dizer para você.”

Passou-se um momento.

Ela não falou, nem respirou, nem piscou.

“Você quer saber como eu sei?” ele sussurrou.

“Como?” Ela murmurou em voz alta.

“Por que você se levantou daquele trenó…”

–  O Cavaleiro de Bronze (pág 532)

~ Alê