A Jornada de ‘The Bronze Horseman’ em Direção ao Cinema

The Bronze Horseman conseguiu milagres, arrebatou milhares de fãs em todos os países nos quais foi publicado, transformou a sua autora em uma espécie de diva dos dramas de época da literatura, se tornou ‘figurinha carimbada’ nas agências literárias mundiais e entrou na lista dos mais vendidos dos mais diferentes países, e cá entre nós, conseguir todas estas façanhas com um livro de mais de seiscentas páginas não é algo fácil. Agora imaginem adaptar um livro deste tamanho para os cinemas? Foi com essa idéia em mente que os fãs da trilogia se empolgaram quando foi anunciado a adaptação da belíssima obra de Paullina Simons para os cinemas. Mas, como a vida de fã é algo complicado e de um drama para deixar qualquer novela mexicana em depressão, nossa alegria durou pouco e nem tudo se tornou o nosso cantinho da alegria, a nossa Lazarevo. O status atual de The Bronze Horseman nos cinemas é algo indefinido.

Talvez, antes de entrarmos em desespero devemos nos lembrar de algumas coisas que com certeza terão o poder de aumentar a nossa alegria, como por exemplo, o roteiro do filme foi escrito pela própria Paullina, o que irá garantir uma qualidade excepcional para aquilo que (quem sabe em breve) veremos na tela grande. Porém, até lá, temos um longo e árduo caminho.

Foi Paullina quem deu a péssima notícias aos fãs da trilogia em seu site oficial, explicando a situação e seus ideiais para o futuro. Antes de tudo, é interessante explicar o processo de aquisição de direitos. Quando uma produtora adquire os direitos de uma obra ela tem um prazo obrigatório para iniciar o processo da adaptação. No caso de The Bronze Horseman houve um pequeno atrito: a produtora, a Andy Tennant ficou em dúvida quanto a qual roteiro deveria ser usado – o escrito pela própria autora ou por um outro roteirista, o qual segundo Paullina havia se distanciado da história. Nos casos em que trata-se de uma adaptação e o autor da obra esta vivo e disposto a auxiliar, ele sempre tem uma certa ‘voz’ na pré/pós produção (obviamente, salvo as famosas exceções). Com isso, criou-se uma situação problemática: a escolha do roteiro acabou sendo a gota d’água que faltava e os direitos da adaptação (depois de longos 18 meses) foram revertidos à autora.

Nesse momento, Paullina esta a procura de uma produtora que ‘ame, aceite e respeite’ os personagens como eles são, dentro de suas personalidades, diferenças e que acima de tudo e mesmo na tela grande, eles continuem sendo a Tatia e o Shura que tanto nos proporcionaram alegrias e lágrimas durante os três livros. Paullina se mantem otimista e alega que já existem algumas possibilidades em um futuro próximo, porém ela irá apenas revelá-los a nós quando as negociações estiverem concretas. Até lá, nos basta esperar.

Obviamente que esperar não é a nossa maior dádiva, por isso mesmo os fãs ao redor do mundo criaram o seu ‘Elenco dos sonhos’, aqueles os quais gostariam de ver na tela grande, dando vida a estes personagens tão marcantes, e é isso que nós iremos trazer a vocês. Quem são os atores/atrizes que já passaram pela cabeça dos fãs? Por que? Quais são as suas similaridades com os personagens? Quais são as escolhas da própria Paullina? Durante a leitura, quais eram os atores os quais você imaginava dando vida (e voz) aos personagens tão marcantes dessa saga? Cada um de nós tem o seu ator/atriz em especial, que durante toda a leitura povoou os seus pensamentos, e este será o momento (e local) propício para esse trocarmos essas opiniões. Sendo assim, qual é o seu elenco dos sonhos? A partir dos próximos posts, todos poderão ter um gostinho do é entrar no mundo dos fãs de The Bronze Horseman e da incrível jornada em busca do elenco perfeito!

~ Vivika 

Anúncios