Notícia: Editora Novo Século publicará as Prequels de ‘O Cavaleiro de Bronze’!

Olá pessoal, tudo bem? Temos uma notícia extraordinária para vocês! Estão prontos?

week-in-review-emma-stone-gifs-little-mix-thecozyarmchair

 

A editora Novo Século acabou de anunciar que comprou os direitos de publicação das prequels da série O Cavaleiro de Bronze! Para quem nunca ouviu falar dessas prequels, nós já comentamos sobre elas AQUI no blog. São os livros Children of Liberty e Bellagrand, que contam a história dos pais de Alexander Belov/Barrington nos Estados Unidos antes de imigrarem para a União Soviética com Shura ainda pré-adolescente.

happy

Nesses livros não tem Tatiana, e Shura aparece apenas nas fases de bebê e infância, mas assim como toda história da Paullina, são muito bem escritos e envolventes e nos permitem compreender um pouco das influências que formaram o caráter e personalidade (e temperamento!) de nosso herói favorito, através das experiências e relacionamento de seus pais. Tudo o que aconteceu em Children of Liberty e Bellagrand resultou na ida de Alexander para a Rússia e, consequentemente, em seu encontro com o grande amor de sua vida. O resto a gente já sabe! 🙂

Assim como nos livros TBH, suas prequels nos fazem experimentar todas aquelas sensações que os leitores de Paullina estão acostumados: amor, ódio, suspense, angústia, esperança e, principalmente, a sensação de que terminamos a leitura transformados.

Vamos aguardar e cruzar os dedos para Children of Liberty e Bellagrand serem publicados no Brasil muito em breve!

Vejam o post original do blog da Novo Século:

“Adquirimos os direitos de publicação dos livros Children of Liberty e Bellagrand, prequels da história narrada em O cavaleiro de bronze.

1013371_647230985374931_4330432360990501002_n

Em Children of Liberty conhecemos a história de Gina, uma pobre imigrante italiana que viaja para Boston apenas com a roupa do corpo em busca de uma vida melhor, e de Harry Barrington, um abastado jovem americano. Apesar de suas diferenças e da forte oposição de suas famílias, a atração é forte. Confrontando um momento de transformação para uma nação em crescimento, Gina e Harry devem encontrar a coragem para fazer o que é certo, não importa o preço.

Quem leu O Cavaleiro de Bronze já percebeu quem é o casal principal, né?! Sim, vamos conhecer a história dos pais do Shura. Afinal, se não fossem eles, as chances do Alexander conhecer Tatiana seriam praticamente nulas.

Mas a história apresentada em Children of Liberty não é a mesma contada por Shura. É aí que entra Bellagrand. Neste romance, Paullina mostra a jornada do casal Barrington em busca de uma nova vida. Gina se tornou uma mulher independente, bondosa, forte e que deseja desesperadamente ter uma família. Harry é agora um idealista político que quer criar um mundo melhor. Neste livro conheceremos todas as dificuldades, alegrias e tristezas que os pais do Alexander Barrington tiveram que enfrentar juntos na busca pelo que acreditavam ser o melhor.

E não se preocupem, a continuação de O Cavaleiro de Bronze – Tatiana & Alexander –já está confirmadíssima e em breve divulgaremos a data de lançamento.

Resenha: Blog ‘Meu celular, uma música e um livro’

Encontrei essa resenha fofíssima no blog Meu Celular, uma Música e um Livro da edição brasileira de O Cavaleiro de Bronze. Nesse post, ela fala somente do primeiro volume, aquele da capa cor de rosa. A autora prometeu publicar posteriormente sua resenha do segundo volume do primeiro livro: O Portão Dourado.

Vou postar aqui alguns trechos da resenha, para ler o texto completo, por favor visite o blog Meu Celular, uma Música e um Livro. 😉

 capa ocdb“Em O Cavaleiro de Bronze acompanhamos a vida de Tatiana Metanova na Rússia Soviética em plena Segunda Guerra Mundial.
Tatiana vive em pequeno apartamento com os pais, avós, o irmão gêmeo Pasha e a irmã mais velha Dasha.”

(…)

“Os Metanov decidem se prevenir e assim mandam Tatiana a cidade para comprar o que julgam necessário para passar bem durante alguns meses.
Foi enquanto esperava o ônibus que ela conheceu Alexander, um soldado da União Soviética.
Tatiana sente uma profunda atração por Alexander desde o momento em que coloca os olhos nele mas sua família a trata como uma criança, então ela não sabe como lhe dar com esse novo sentimento. É uma menina diante de um homem.”

(…)

“O Cavaleiro de Bronze é um livro que mexeu bastante comigo. É uma história maravilhosa que te envolve e te prende, fazendo com que sinta o drama dos personagens.
Tatiana que começa a história como uma garota tímida e inocente tem uma grande evolução que – acredito eu – não se deve apenas a guerra que a obriga a crescer e encarar uma dura realidade mas também ao fato de ser apaixonada pelo namorado da irmã, ser correspondida por ele e ainda sim ser obrigada a esconder esse sentimento de todos.”

(…)

“Eu fiquei impressionada com a generosidade da personagem. Ela é tão bondosa que realmente chega a colocar outras pessoas na frente dela própria. Vemos ela se apaixonar por Alexander e abrir mão dele pela felicidade da irmã, no auge da guerra quando quase não se tem comida ela ainda arranja do pouco que tem para dividir com a vizinha que tem o filho doente. Isso é só um pouco do que ela faz por aqueles que ama.”

(…)

“Eu não sei o que seria de Tatiana e Alexander se não tivessem um ao outro, eles são como dois pedaços de um quebra-cabeça que se completam.
Ela precisa de um suporte para conseguir atravessar o mau tempo assim como ele precisa de uma motivação para permanecer vivo na batalha, e o amor deles é esse suporte, essa motivação.”

(…)

“Também adorei o modo como a autora retrata a segunda guerra. Eu amo história e nunca me canso de saber mais sobre aqueles anos cheios de conflito, no entanto nunca tinha lido nada que me fizesse sentir como se tivesse vivenciado aquilo.”

Resenha: “O Cavaleiro de Bronze” por Caroline Gurgel

A Caroline é devoradora de livros, sua página no Skoob tem uma centena de resenhas sobre os mais variados gêneros literários. Pelo que pude perceber, suas resenhas são sempre muito coerentes, ponderadas, divertidas e  algumas apaixonadas, como essa de O Cavaleiro de Bronze!

Me emocionou muito ler essa resenha por que ela descreve com precisão todas as emoções que eu senti ao ler o livro, parecia que estava lendo meus pensamentos.

Não deixem de ler até o fim!

capa nacional O Cavaleiro de Bronze * * * * *

 “Inesquecível, magnânimo, perfeito…


 Não tenho palavras para descrever a magnitude deste livro e quão grandiosa e tocante é esta estória, mas preciso dar voz a esse turbilhão de emoções que sinto. No entanto, antes, aviso-lhes: esse livro é o primeiro de uma trilogia e tem, no original, 900 páginas, mas a edição nacional traz apenas metade – metade, você leu certo – do primeiro livro, como se uma criança tivesse arrancado todas as páginas do meio até o fim do livro. Na minha opinião foi um erro grotesco – pra não dizer outra coisa – da editora lançar apenas a primeira parte, pois nela nada se completa, nada faz sentido. Indignada após constatar tal erro, comprei o ebook original, felizmente, e terminei a leitura. E que bela leitura!

A estória de passa em Leningrado (São Petersburgo), Rússia, com início no começo da Segunda Guerra Mundial, quando os alemães começaram a atacar a fronteira russa. Tatiana é a irmã mais nova de Dasha e gêmea de Pasha, e juntos dividem um pequeno espaço com seus pais e avós. Até que o “camarada” Molotov, ministro de Stálin, faz um pronunciamento via rádio alertando-os dos ataques e a família entra em estado de alerta, dividem algumas tarefas e para Tatiana sobra a busca por mantimentos. Nessa busca conhece Alexander, um soldado, que lhe ajuda e por ela se encanta, mas mal sabe que é irmã de sua namorada, Dasha. 

“Ele vestia uma farda de gala. Do lado esquerdo do peito exibia uma medalha de prata decorada com ouro. […] Por um momento ou dois, Tatiana e o soldado se olharam um ao outro…”

Sim! Uma espécie de triângulo amoroso entre um soldado e duas irmãs, porém de uma maneira que nunca vi antes, e não saberia dizer se pra melhor ou pra pior. No meio dele começa a guerra, e começam os bombardeios, e começa a escassez de alimentos, e começam as mortes, e começam as bebedeiras. 

Nas primeiras páginas a autora faz questão de mostrar o quão Tatiana, em seus 17 anos, ainda era criança, egoísta e cheia de birra, e como a guerra – e o amor – a transformou, repentinamente, em uma incrível mulher. Uma mulher forte, resistente e prestativa. Uma mulher que deixou que toda a culpa caísse sobre ela. Uma mulher que abdicou do que mais queria… e ao mesmo tempo, lutou pelo que mais queria! 

São 900 páginas que prendem o leitor de uma maneira que é impossível largá-lo por qualquer outra atividade. Tem um trecho, cerca de 100 páginas, em que a fome, a redução das rações e a constante saída para comprar a pequena cota de pão velho e duro tornam-se um pouco repetitivos, mas acredito que isso tenha sido necessário para que pudéssemos sentir a dureza e o pavor daqueles dias. Vimos os russos definharem até a morte, vimos tudo virar moeda de troca mesmo em meio ao comunismo, vimos os corpos se acumularem nas ruas, vimos o desespero, mas sobretudo vimos o amor sobreviver a todos os horrores. Um amor puro e singelo, mas de uma força imensurável e um poder inabalável de ultrapassar toda e qualquer barreira.

Os dias passados em Lazarevo fazem até os mais frios dos corações se derramarem, se aquecerem e se extasiarem. É um deleite ver a pequena, doce e inocente Tatiana se transformar em uma mulher de uma perseverança incansável. E digo, com toda a certeza, que um sorriso constante vai tomar conta do leitor nesses e em muitos momentos.

Gosto de romances históricos especialmente por poder aprender mais daqueles momentos do que em qualquer livro de história. A autora abre o livro dedicando-o a seus avós russos, que sobreviveram a Primeira e a Segunda Guerra, a Lênin e a Stalin, e com a leitura fica claro que o testemunho desses avós se faz presente do começo ao fim. No começo da leitura senti falta de uma escrita um pouco mais madura, pois cansei de ler o nome da protagonista, Tatiana, a cada linha. Não sei dizer se a escrita evoluiu no decorrer do livro ou se me vi tão loucamente encantada e presa à trama que nada tirou o brilho do que eu lia.

É uma estória linda, sublime, mas também é triste e nos deixa sempre com um nó na garganta. A fome dói e mata; a guerra estilhaça e mata; mas o amor, só o amor é capaz de tanta entrega, de tanto desprendimento. O amor de Tatiana e Alexander é avassalador, intenso e até trágico, mas, sobretudo, inquebrantável. Recomendo esse livro com todo meu coração, mas aconselho que leiam o livro todo (ou o original em inglês ou a edição de Portugal) ou esperem a editora nacional lançar o livro completo, caso contrário não sentirão essa magnífica estória em toda sua plenitude. 

Nosso muito obrigado à Caroline que gentilmente cedeu sua resenha para compartilharmos aqui no blog. Não deixem de visitar sua página no Skoob para conhecer suas indicações de livros e demais resenhas!

~ Alê

Divulgada Capa de “O Portão Dourado” (O Cavaleiro de Bronze – Parte 2)

Que rufem os tambores!!!

A espera acabou! A editora Novo Século finalmente divulgou a capa com a sinopse da segunda parte do romance O Cavaleiro de Bronze, que foi entitulada “O Portão Dourado”. Isso significa que em breve teremos a data de lançamento do livro. Recentemente a editora comunicou que o livro estava pronto e liberou um pequeno teaser do livro II (que você pode conferir AQUI). Eles também prometeram liberar o primeiro capítulo completo na próxima semana. Vamos aguardar.

Vejam e comentem o que acharam da capa de O Cavaleiro de Bronze – Livro II (O Portão Dourado).

O Cavaleiro de Bronze - Livro II (O Portão Dourado)

O Cavaleiro de Bronze – Livro II (O Portão Dourado)

#LançamentosNSAbril

Vocês pediram e aqui está a capa e a sinopse do lançamento O CAVALEIRO DE BRONZE – LIVRO II!

SINOPSE

“No início da guerra, em 22 de junho de 1941, o dia em que Alexander e Tatiana se conheceram, havia três milhões de civis em Leningrado. Na primavera de 1942, apenas um milhão de pessoas permaneciam ali. E o cerco não havia terminado. Depois de deixar Tatiana e Dasha Metanova dentro de um caminhão que seguia pela Estrada da Vida com destino a Molotov, Alexander não tinha nada além de esperanças. Não havia uma única correspondência sequer de Dasha ou Tatiana, nada que indicasse que ambas haviam chegado em segurança a seu destino. Na segunda parte de uma das maiores sagas de amor de todos os tempos, será praticamente impossível conter a emoção ao acompanhar a busca obstinada do ilustre oficial do Exército Vermelho, Alexander Belov, por sua Tatia. E ainda mais arrebatador presenciar se eles conseguirão viver esse intenso amor diante de tantas ameaças, em meio ao cruel cenário da Segunda Guerra Mundial.”

Semana que vem tem o primeiro capítulo completo! “

 

PRÉ-VENDA: ‘O Cavaleiro de Bronze’ disponível na Internet!

Isso mesmo, caros leitores, a espera ACABOU!!!

Finalmente!!!

Você já pode pedir seu exemplar de O CAVALEIRO DE BRONZE nos sites da Saraiva ou da Livraria Cultura. Segundo o site da Saraiva, o lançamento está previsto para o dia 08 de Outubro de 2013, já no site da Livraria Cultura, a data é 30 de Setembro de 2013 (HOJE!). No entanto, o envio da Livraria Cultura será feito a partir do dia 10/10.  O que são poucos dias para quem esperou tanto tempo, não é mesmo?! 🙂

Ansiedade está a mil, espero que vocês amem a história tanto quanto nós do The Bronze Horseman Brasil amamos, e que venham compartilhar suas impressões conosco depois que terminarem de ler o livro!

Beijos e corram!

Livraria Cultura

~ Alê

Concorra a um exemplar de ‘O Cavaleiro de Bronze’ no Skoob!

Quem quer ganhar um exemplar de O Cavaleiro de Bronze?!

O Skoob, que é uma rede social para amantes de livros, em parceria com a editora Novo Século está sorteando uma cópia de O Cavaleiro de Bronze entre seus usuários.

Para concorrer é bem fácil. Basta cadastrar-se no Skoob e acessar essa página que mostramos na imagem abaixo. Lá, você vai clicar no botãozinho verde “Participar”. Depois é só cruzar os dedos e esperar o resultado!

Boa sorte a todos!

skoob

Saiba mais sobre o Skoob AQUI.

~ Alê