“Mas, então, eu conheci você” ~ Citação do dia !

Quem aí nesse sabadão não está com saudades de Shura e Tatia? Hum? Heim? ^-^

– Por favor, pare – sussurrou Alexander, sem olhar para ela.

– Bem, eu consigo sentir, Shura – disse Tatiana, enxugando o rosto e agarrando a mão dele. Ele a afastou. – Você veio aqui, zangado, sim, porque achava que tinha se despedido de mim para sempre em Lazarevo…

– Não é por isso que eu estava zangado e aborrecido.

– Pelo que estou vendo – prosseguiu Tatiana –, você vai ter que se despedir de mim em Leningrado. Mas vai ter que fazer isso olhando no meu rosto, certo?

Tatiana viu os olhos atormentados de Alexander.

(…)

– Alexander, eu sei… você acha que eu não sei? Não tenho nada com isso, mas pense nas coisas que você me conta. Você desejou fugir da União Soviética para a América sua vida toda. Era a única coisa que o manteve vivo, nesses anos do exército. A esperança de que, algum dia, você pudesse voltar para sua casa – disse ela, estendendo a mão em direção a ele. Ele a tomou entre as suas. – Eu tenho razão?

– Você tem razão – disse Alexander. – Mas, então, eu conheci você.  

 O Cavaleiro de Bronze – Livro II – O Portão Dourado

~ Fabi

 

Anúncios

Citação do Dia

tumblr_n4jgf0GLEE1tnk7y9o1_500

“– Encontrei meu verdadeiro amor nas margens do rio Kama – sussurrou Alexander, olhando para ela. – Encontrei meu verdadeiro amor em Ulitsa Saltykov-Schedrin, quando estava sentada num banco e tomando sorvete. – Você não me encontrou. Você nem estava olhando para mim. Eu encontrei você. Longa pausa. – Alexander, você estava me procurando? – Minha vida inteira.”

“[…] Era um dia perfeito. Por cinco minutos não havia guerra e era simplesmente um domingo glorioso num junho de Leningrado. Quando Tatiana tirou os olhos do sorvete, viu um soldado, que a observava do outro lado da rua.[…] O ônibus chegou, obstruindo a visão de Tatiana. Ela quase gritou e levantou-se, não para subir no ônibus, não, mas para correr adiante através da rua, para não perdê-lo de vista. A porta do ônibus abriu, e o motorista olhou, esperando. Tatiana, suave e silenciosa, quase gritou com ele para que saísse da frente.

– Vai subir, senhorita? Não posso esperar para sempre.

– Subir? Não, não, não vou.

– Então que diabo está fazendo esperando pelo ônibus? – o motorista gritou e bateu a porta. Tatiana voltou ao banco e viu o soldado correndo ao redor do ônibus. ❤ Ele parou. Ela parou. De novo se abriram as portas do ônibus.

– Precisa do ônibus? – perguntou o motorista.

O soldado olhou para Tatiana e depois para o motorista.

– Oh! Pelo amor de Lênin e Stálin! O motorista berrou, batendo a porta do veículo pela segunda vez.”

O Cavaleiro de Bronze


” […] No entanto, nessa brilhante tarde de domingo, Alexander não sabia de nada, não pensava em nada, não imaginava nada. Esqueceu-se de Dimitri, da guerra, da União Soviética e seus planos de fuga, esqueceu até os Estados Unidos, e atravessou a rua para encontrar-se com Tatiana Metanova.”

 Tatiana e Alexander


” […] Anthony permaneceu pensativo. ‘Uma vez ouvi você dizer à mamãe que você nasceu duas vezes, uma em 1919 e outra vez com ela. Foi nessa rua de Leningrado?’
– Eu disse isso? -Alexander não se lembrava. Quando eu disse isso?
‘Em Bethel Island. Eu estava deitado dormindo ao lado dela e você sussurrou isso em seu ouvido’ “

O Jardim de Verão

~ Fabi

Ordo Amoris

 

“Tivemos nossos anos felizes, eu e você, mas agora acabou, Baby Blue. Você era pura vida e eu era um tolo, tão jovem … bêbado em nossos passeios no Central Park sob a grande lua amarela e nossos vidros embaçados  do Biltmore. Você estava sempre dizendo que não tínhamos futuro … e você estava certa. Eu tinha sonhado com “non la luna che c’e . Você se lembra quando nós falamos sobre Santo Agostinho? Daquilo ele chamou Ordo amoris, a ordem no amor? Ele disse que a verdadeira virtude e amor verdadeiro para os seres humanos é definido pela atribuição a cada objeto o grau preciso de amor que ele era ele mesmo, que ele merecia. Sempre fomos descompensados nesse sentido. […] Houve um tempo em que eu pensei que o que eu sentia por você era real. Houve um tempo em que eu pensei que o que eu sentia por você era amor, em maiúsculas: Vy sgubili menya/ochi chernye ¹. Agora eu sou grato porque você sempre soube a diferença, sempre foi mais sensata. Obrigado por abrir meus olhos para o que nós não éramos, mas que tanto se assemelhava a verdade.
Ti amavo e tremo.”

¹”Você me arruinou olhos negros”

The summer garden

Explicação da Fabi ❤ : Pessoal, esse quote é um trecho de uma carta lindíssima demais da vida de The summer garden! Não posso falar detalhes pois seria um ultra spoiler… Mas me chamou atenção o Ordo Amoris. Pesquisei seu significado e gostaria de dividir com vocês! 😉

O que é Ordo Amoris? 

Em poucas palavras, Agostinho diferencia, na sua doutrina da ética, dois conceitos fundamentais que nortearão esse aspecto de sua filosofia, a saber, o conceito de uti e frui.

Na vida moral do sujeito, os atos individuais implicam uma tomada de posição frente as coisas. Para Agostinho, utilizamos as coisas ou fruímos as coisas. Fruir significa amar a coisa por ela mesma. Usar é se servir de algo como meio para atingir aquilo que se ama, apenas se o objeto for digno de ser amado, diz Agostinho. A fruição só pode ser de Deus, pois ele é o sumo bem e o único que pode ser amado em si mesmo, por ser Deus e nada estar acima dele.

Como apenas Deus merece a fruição, o amor ilimitado, os outros objetos terão um amor limitado, melhor dizendo, os outros objeto deverão ser limitados ao tipo de amor que eles merecem. “Nossa primeira tarefa moral é, pois, a de ajuizar todas as coisas segundo o seu verdadeiro valor, e de conformar o nosso amor a essa valoração. O resultado de tal procedimento será a instauração da ordem do amor pela prática da virtude, que outra coisa não é senão o amor bem ordenado: ‘Unde mihi videtur, quod definitio brevis et vera virtutis: ordo est amoris‘. O vício, por sua vez, é a inversão desta ordem do amor”.

Basicamente a ordem do amor é isso, e essa ordem será fundamental para Agostinho fundar sua ética e sua ordem social na Cidade de Deus.

Fonte

Trecho do livro "the summer garden" em espanhol.

Trecho do livro “The summer garden” em espanhol.

 

Músicas que são citadas no quote/carta!! 😀

Espero que curtam e se emocionem como eu ! *-*

~ Fabi

Citação Do Dia

Jomax - Arizona

Jomax – Arizona

Leningrado, 1941

“[…] Se nós sobrevivermos a  isso, Alexander, eu juro que vou deixar Leningrado, e vamos para a Ucrânia, Mar Negro, em algum lugar onde não é frio, disse Dasha.

“Não há lugar assim na Rússia”, disse o oficial. Tinha um casaco cáqui acolchoado sobre o uniforme e sua cabeça coberta com shapka. Quando Dasha insistiu, ele disse: Não. Estamos muito longe ao norte. Os invernos são muito duros na Rússia.

– Existe algum lugar no mundo onde não se congela no inverno?

Arizona.

-Arizona. Na África?

Não. -Alexander exalou um suspiro suave. Tania, você sabe onde é o Arizona?

-Nos Estados Unidos. – O calor que ela recebia vinha através da grelha da salamandra e de Alexander. Apoiou a cabeça em seu braço. E -Sim. É um estado. Perto da Califórnia. É terra deserta. Quarenta graus no verão e vinte no inverno. Todos os anos. Nunca há neve.”

 The Bronze Horseman

Arizona, 1947

“[…] Tatiana deu de ombros.- O que posso dizer? Eu também estou confusa… mordiscou os lábios.Você imaginaria a possibilidade … de viver aqui? Perguntou cautelosamente.

– Nunca! Olhe para o ar. Queima o rosto. Mas por que você quer viver aqui …?

De repente, Alexander parou, abriu os olhos e lembrou…

‘Gostaria de viver no Arizona, Tatia, a terra de poucos mananciais?’

Ele havia lhe dito, em outro tempo, em outra vida.

– Vamos!!! Disse ele lentamente. Não me diga que … eu não acredito em você … você … não … não! – Alexander deixou escapar uma risada incrédula. Só agora me dei conta! Não tinha percebido! Uau, como sou inteligente, como sou esperto! Não sei como ganhamos a guerra! Tania, por favor … Lembra de quando te disse isso?

-‘Lembro-me como se estivesse dizendo agora ‘, disse ela, com os braços cruzados.”

The Summer Garden

Notinha da Fabi ❤ : Tradução do espanhol 🙂

Estou lendo The Summer Garden de novo…Não consigo superar esse livro gente!!

~ Fabi

Pré venda de “O Portão Dourado” (O Cavaleiro de Bronze – Livro 2)

Oi pessoas queridas! ❤

Notícia MARA da tarde, nosso livro querido “O Portão Dourado” (O Cavaleiro de Bronze – Livro 2)  já está em pré venda na Saraiva e na Livraria Cultura!  *Feliz*  E o melhor, temos uma estimativa do lançamento. Sim!!!!!

Segundo o site da Saraiva, será dia 23 de abril, já o da Livraria Cultura dá uma previsão para o dia 17 de abril. \o/

Afim de comprar? Clica AQUI ó!! (Saraiva)

Ou AQUI (Livraria Cultura)

Preparem os cartões de crédito, enlouqueçam e corram! É uma boa forma de se programar e garantir logo seu exemplar!

Notícia boa ou não??? 😀

~ Fabi

Eu quero gente!!!!!!!

Eu quero gente!!!!!!!

Citação do Dia

 

– Bom, e você por quem você trabalha? Não trabalha por ti?

– Não – contestou Alexander -. Eu trabalho por você.

Trabalho para construir uma casa que te agrade. Trabalho muito duro para que você não tenha que fazê-lo, porque sua vida já foi bastante dura. Trabalho para que você possa ter nossos filhos, pra cozinhar, passear com Anthony e levá-lo às aulas de xadrez, guitarra e basquete e assim permitir que ele tenha seu próprio grupo de rock na nossa garagem com seus amigos. Trabalho para que você cultive flores do deserto no nosso jardim, para que você possa comprar o que queira, todos os sapatos, vestidos e todas as batedeiras de cozinha que te dê vontade. […] Para que não tenha outra coisa a se preocupar do que cozinhar e fazer amor com seu marido  ‘essa parte Shura, chove voluntárias’ . Trabalho pra você ter uma vida cor de rosa. Desde de a minha primeira lagosta em Deer Isle, até o último azulejo de Scottsdale, passando por cada barco de Coconut Grove, isso é o que faço.

E você , Tatiana, o que faz?

Notinha histórica da Fabi: Se contextualizarmos, esse machismo do Shura é tão fofo <3!

– The Summer Garden

~ Fabi 

Citação Do Dia

"Duas irmãs" de Pierre-Auguste Renoir

“Duas irmãs” de Pierre-Auguste Renoir

 “E seu cabelo de seda, coração puro e respiração de criança. Esse halo dourado que te rodeia e te acompanha aonde vás, quando lês e quando falas, nosso coração torna-se mais leve cada vez que ouvimos tua voz, quando sabemos que estás por perto. Nos preocupamos menos quando estás aqui e instilas teu espírito gota a gota em nós, para aliviar nosso coração angustiado.”

~ Dasha para Tatiana ~

– The Summer Garden

~ Fabi