Resenha: Blog Notinhas de Rodapé

Recebemos essa resenha maravilhosa sobre O Cavaleiro de Bronze e é claro que vamos compartilhar com vocês!

Aqui está um trechinho, para ler a resenha completa, visite o blog Notinhas de Rodapé.

tumblr_m9j1xalAiG1rf19yko1_500

“Épico. Intenso. Incrível. Essas são as palavras que melhor definem The Bronze Horseman, primeiro livro de uma trilogia. É uma obra deslumbrante que me cativou completamente do inicio ao fim (e olha que são mais de 800 páginas) de uma forma que poucos livros fizeram. É aquela leitura que tem o poder de partir o seu coração em milhares de pedaços, juntá-los, e depois partir de novo. É uma verdadeira jornada que te leva à União Soviética em seu momento mais triste e difícil: A Segunda Guerra Mundial.

Pensei muito se iria ou não fazer resenha para esse livro. Em primeiro lugar, é sempre difícil falar do nosso livro favorito. Em segundo, é por saber que não importa o que eu escreva, eu não vou conseguir fazer jus a uma obra tão incrível. Mas acho que nosso dever como leitor é compartilhar os nossos livros favoritos para que cada vez mais e mais pessoas possam conhecê-los. 
(…)
Essa foi, possivelmente, a mais linda, mais angustiante, mais trágica, mais ÉPICA, história de amor que eu já li. Terminei o livro drenada emocionalmente. Ele me consumiu. Completamente e impiedosamente. Eu senti a fome da Tatiana e sua família. Eu senti a dor de perder as pessoas que a Tatiana mais amava, dia após dia, sem poder fazer nada. Eu senti o amor da Tatiana e do Alexander. Eu senti e até hoje, quase um ano depois de ter lido o livro, sinto.”

 

Leia a resenha completa AQUI.

Obrigada Istefani por compartilhar conosco seus pensamentos e sentimentos sobre nossa obra favorita! <3

Obs: Este post ficará arquivado na aba “Resenhas” lá em cima no cabeçalho do blog, ok?

Paullina Simons comenta possível elenco para a série ‘O Cavaleiro de Bronze’

Em seu primeiro post do ano de 2016, a autora Paullina Simons compartilha em sua página do Facebook uma pequena entrevista que deu para o blog My book, the movie, onde comenta sobre suas expectativas e das fãs de sua trilogia O Cavaleiro de Bronze sobre os possíveis atores para interpretar seus protagonistas. Confira abaixo:

“Paullina Simons é a autora dos romances best sellers internacionais tais como Tully, Red Leaves, Eleven Hours e a série O Cavaleiro de Bronze.

Seu romance mais recente é Lone Star.

Aqui ela escolhe o elenco dos sonhos para a adaptação de seu romance O Cavaleiro de Bronze: Continuar lendo

“Mas, então, eu conheci você” ~ Citação do dia !

Quem aí nesse sabadão não está com saudades de Shura e Tatia? Hum? Heim? ^-^

– Por favor, pare – sussurrou Alexander, sem olhar para ela.

– Bem, eu consigo sentir, Shura – disse Tatiana, enxugando o rosto e agarrando a mão dele. Ele a afastou. – Você veio aqui, zangado, sim, porque achava que tinha se despedido de mim para sempre em Lazarevo…

– Não é por isso que eu estava zangado e aborrecido.

– Pelo que estou vendo – prosseguiu Tatiana –, você vai ter que se despedir de mim em Leningrado. Mas vai ter que fazer isso olhando no meu rosto, certo?

Tatiana viu os olhos atormentados de Alexander.

(…)

– Alexander, eu sei… você acha que eu não sei? Não tenho nada com isso, mas pense nas coisas que você me conta. Você desejou fugir da União Soviética para a América sua vida toda. Era a única coisa que o manteve vivo, nesses anos do exército. A esperança de que, algum dia, você pudesse voltar para sua casa – disse ela, estendendo a mão em direção a ele. Ele a tomou entre as suas. – Eu tenho razão?

– Você tem razão – disse Alexander. – Mas, então, eu conheci você.  

 O Cavaleiro de Bronze – Livro II – O Portão Dourado

~ Fabi

 

Citação do Dia: “…e não havia nada que ela desejasse mais dele além daquela hora ao final de seu longo dia…”

tumblr_n489vx5sNp1tvn4tko4_400

Ela estava entrincheirada. Ela cavou uma trincheira chamada Alexander em torno de si, e não podia escapar. Tatiana vivia por aquela hora da noite com ele que a impulsionava para o futuro, e para os dolorosos sentimentos recém formados que ela não conseguia expressar nem compreender. Amigos caminhando ao luminoso anoitecer. Não havia mais nada que ela poderia ter dele, e não havia nada que ela desejasse mais dele além daquela hora ao final de seu longo dia, quando seu coração batia e sua respiração ficava mais curta e ela estava feliz.

– O Cavaleiro de Bronze

~Alê

22 de Junho: E então o soldado atravessou a rua por ela…

Citação especial de 22 de Junho!

Dia em que foi declarado guerra contra a União Soviética. Dia em que Tatiana saiu  de casa para comprar suprimentos para a família e, em vez disso, resolveu tomar um sorvete de crème brûlèe, vestindo seu vestido favorito, branco com rosas vermelhas. Dia em que um soldado alto, com olhar penetrante atravessou a rua para encontrá-la. Dia em que seu destino mudou para sempre.

tatiashura

“Tania, por que você não tira seus sapatos? Você vai ficar mais confortável. ”
“Eu estou bem”, disse ela. Como ele sabia que seus pés estavam matando-a? Era tão óbvio?
“Vá em frente,” ele cutucou delicadamente. “Será mais fácil para você andar na grama.”
Ele estava certo. Respirando um suspiro de alívio, ela se curvou, desamarrou as sandálias, e as retirou. Endireitando-se e levantando os olhos para ele, ela disse: “Está um pouco melhor.”
Alexander estava em silêncio. “Agora você está realmente pequena”, disse ele, por fim.
“Eu não sou pequena”, ela replicou. “Você que é grande demais.” Corando, ela baixou o olhar.
“Quantos anos você tem, Tania?”
“Sou mais velha do que você pensa”, disse Tatiana, querendo soar adulta e maduro. A brisa quente de Leningrado soprou seu cabelo loiro em seu rosto. Segurando seus sapatos com uma mão, tentou arrumar o cabelo com a outra. Ela desejou ter uma faixa de borracha para prendê-lo num rabo de cavalo. De pé na frente dela, Alexander estendeu a mão e afastou o cabelo de seu rosto. Seus olhos viajaram de seu cabelo para os olhos para a boca onde pararam.
Será que ela tem sorvete todos em torno de seus lábios? Sim, deve ser isso. Que estranho. Ela lambeu os lábios, tentando limpar os cantos. “O que foi?”, ela disse. “Tem sorvete…”
“Como você sabe quantos anos eu acho que você tem?”, Alexander perguntou. “Diga-me, quantos anos você tem?”
“Eu vou fazer dezessete anos em breve”, disse ela.
“Quando?”
“Amanhã”.
“Você nem ao menos tem dezessete anos,” Alexander ecoou.
“Dezessete amanhã!”, Ela repetiu, indignada.
“Dezessete, certo. Muito crescida. “Seus olhos estavam dançando.
“Quantos anos você tem?”
“Vinte e dois”, disse ele. “Vinte e dois, apenas.”
“Oh,” ela disse, e não conseguiu esconder a decepção em sua voz.
“O Quê? Isso é muito velho? “, Perguntou Alexander, não conseguindo manter o sorriso do rosto. “Antigo”, Tatiana respondeu, sem conseguir esconder o sorriso em seu rosto.
Lentamente, eles atravessaram o Campo de Marte, Tatiana descalça e carregando as sandálias vermelhas em suas mãos balançando ligeiramente.

– O Cavaleiro de Bronze

~ Alê

Feliz dia dos Namorados! Feliz dia da Rússia! <3

628x471

“Você vê o Campo de Marte, por onde eu caminhei ao lado da minha noiva em seu vestido brando de noiva, com sandálias vermelhas nas mãos, quando éramos jovens?”

“Vejo muito bem.”

“Passamos nossos dias com medo de que fosse bom demais para ser verdade, Tatiana.” Disse Alexander. “Estávamos sempre com medo de que tudo que tínhamos eram cinco minutos a partir de agora.”

Suas mãos repousaram sobre o rosto dele. “É tudo o que qualquer um de nós sempre terá, meu amor.” Ela disse. “E esse tempo voa.”
“Sim,” ele disse, olhando para ela, no deserto, coberto de laranja e amarelo, com olhos dourados e malva do deserto. “Mas foram belos cinco minutos!”

globe-mallow-community

– The Summer Garden

 ~ Alê

Hoje também é um dia especial na Rússia! Lá se comemora no dia 12 de Junho o dia da Rússia. 

bronze-horseman-in-st-petersburg

reuters_russia_kremlin_06Mar12-878x572

A data é considerada feriado no país de Tatiana e Shura. No dia 12 de Junho de 1990 foi aprovada a Declaração de Soberania do Estado da Rússia, separando o país do restante dos países da União Soviética. Neste dia foi proclamada a supremacia da nova Constituição e leis. Um ano depois, pela primeira vez na história do país, foram realizadas eleições diretas e livres, nas quais o primeiro presidente da Rússia foi eleito pelo povo: Boris Yeltsin. (fonte)